Bem-vindo!

Triagem e Fracionamento

1.    O sangue coletado fica armazenado?
Sim, após a realização de todos os exames do paciente a sua amostra é separada e congelada num arquivo de amostras, a soroteca, onde ficam armazenadas durante trinta dias. O objetivo é possibilitar a inclusão de um exame ou um controle interno da qualidade; nem todos os exames podem ser realizados nestas amostras, e quando há a possibilidade de incluir algum exame numa amostra sorotecada não há prejuízo na análise e nem no resultado.

2.    Todos os exames são realizados no Méthodos Laboratório?
Não, nem todos os exames são realizados no Méthodos Laboratório, alguns são terceirizados, ou seja, são enviados para laboratórios de apoio.

3.    Como meu sangue é transportado até o laboratório de apoio?
O material é transportado conforme a legislação vigente (ANVISA), em caixa térmica com gelo seco e monitoramento de temperatura, não acarretando dano ao material. O material é transportado no mesmo dia da coleta utilizando-se etiqueta com código de barras com identificação do cliente e dos exames a serem realizados garantindo a segurança no processo de realização dos exames.

4.    Como meu sangue é transportado da unidade onde fiz a coleta até o laboratório para a realização dos meus exames?
O material é transportado conforme a legislação vigente (ANVISA), em caixa térmica com gelo seco e monitoramento de temperatura, não acarretando dano ao material. Alguns exames como o espermograma e plaquetograma, por exemplo, só podem ser realizados na Unidade Central, por ter pouca estabilidade e não permitir este transporte.

5.    Porque às vezes existe a coleta de dois tubos iguais?

Alguns exames necessitam de um volume maior de amostra, principalmente os que enviamos para os laboratórios de apoio, por isso algumas vezes coleta-se mais de um tubo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, deixe seu comentário!