Bem-vindo!

15 de jan. de 2015

Desidratação em idosos




Os idosos têm menor reserva hídrica. E quando desidratados não sentem vontade de ingerir água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Se não houver reposição adequada de líquidos, é desidratação na certa. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Algumas pessoas idosas também podem ter dificuldades de mobilidade quanto ao acesso a água, problemas de visão, dificuldades de deglutição, alterações cognitivas e uso de sedativos.

O medo da incontinência pode levar alguns idosos a limitar o consumo de líquidos. Um baixo consumo de alimentos também diminui a quantidade de água adquirida dos alimentos e contribui para um déficit da água. Medicamentos como diuréticos e laxantes podem aumentar a perda de água.

Os sinais clínicos de desidratação incluem sintomas neuropsíquicos como confusão mental, problemas cognitivos, secura das mucosas, hipotonia do globo ocular, hipotensão ortostática e taquicardia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, deixe seu comentário!