Bem-vindo!

8 de ago de 2014

Hematoma após coleta de sangue




O hematoma é uma situação indesejável que pode ocorrer após a coleta de sangue para exames laboratoriais, e é caracterizado pela presença de sangue fora dos vasos sanguíneos na pele ou nas mucosas.

Como a camada cutânea é levemente transparente, esse sangue é então visto como uma mancha roxa, que evolui bem e desaparece em torno de 10 ou 15 dias. Seu tamanho é variável, conforme o volume de sangue extravasado. 


As causas são várias, dentre elas:

  • Fatores dependentes do sexo, idade e raça, sendo mais comum em mulheres, idosos e crianças;
  • Fatores anatômicos como veias finas e delicadas, associado à quantidade de sangue que deve ser colhido;
  • Falta de compressão do local da coleta, após ter sido retirada a agulha (é muito importante que o local seja firmemente pressionado sem flexionar o braço);
  • Pessoas que estão em uso de anticoagulantes são mais propensas à formação de hematomas.
Há também a influência direta do profissional que está realizando a coleta.

Na ocorrência de um hematoma a orientação é fazer compressas de gelo a cada 10 minutos com intervalos de descanso também de 10 minutos, na primeira hora após a punção. Caso persista o hematoma, fazer compressas de água quente depois de um período de 12 horas da punção, repetindo o procedimento até que o hematoma desapareça.

Não é uma ocorrência normal, embora seja bastante frequente nos laboratórios clínicos.

O Méthodos Laboratório proporciona aos seus clientes uma coleta de qualidade, contratando profissionais com experiência comprovada e treinando-os para a função, com reciclagens permanentes. 


PESQUISA DE SATISFAÇÃO

PESQUISA DE SATISFAÇÃO
Sua opinião é muito importante para nós, e ajudará a melhorar os nossos serviços